Olá, Marilene Treinadores. Há quanto tempo! Sentiram nossa falta? Pedimos desculpa pelo atraso dessa edição do Guia. Estamos trabalhando há algumas semanas em um projeto super secreto também relacionado a Pokémon que acabou causando esse pequeno atraso da coluna, mas que também será postado em breve. A coluna voltará a ser postada normalmente. Sem mais delongas, vamos à edição dessa semana!

Em nosso última edição, falamos sobre como utilizar a mecânica de breeding para obter pokémon eggs. Nessa edição, falaremos do porquê utilizá-la e quais vantagens essa técnica proporciona ao treinador.

Para compreendermos por completo esse assunto, precisamos conhecer as variáveis por trás do ovo pokémon. O monstrinho prestes a ser chocado não será completamente randômico, como mencionamos na primeira parte dessa matéria, muitos de seus atributos e características serão herdados diretamente de seus pais como, por exemplo, sua espécie. Se dois pokémons compatíveis de espécies diferentes tiverem um filho, este será sempre da espécie da mãe, exceto se ela for um Ditto. Neste caso, o pokémon descendente será da espécie do pai.

O sexo do pokémon depende da sorte, mas a porcentagem de chance entre ser macho ou fêmea varia de acordo com a sua espécie. Se o pokémon a ser chocado for um Abra, a chance dele ser macho é de 75% enquanto que se o filhote for ser um Corsola, a chance é de apenas 25%. Essa porcentagem pode ser encontrada na pokédex como gender ratio, literalmente “porcentagem de gênero”.

Outras características a serem herdadas por ele serão as suas moves. Além dos golpes padrões do level 1 da sua espécie (Por exemplo, todo Aron possuirá o golpe Harden e Tackle ao ser chocado), ele poderá herdar moves diretamente de seus pais nos seguintes casos:

>foto não relacionada
  • Se ambos os pokémons possuírem uma move que obteram ao subir de level, seu filhote já nascerá sabendo ela.
  •  Se o pai do filhote possuir uma move aprendida através de TM ou HM que o filhote possa aprender, ele também aprenderá ela ao nascer. Também se aplica a pokémons sem gênero cruzados com um Ditto.
  • Se a mãe do filhote (ou algum dos pais, a partir da Geração VI) possuir uma Egg move que a espécie do filhote possa aprender, ele nascerá com ela. Egg moves são todos os golpes que um pokémon pode aprender apenas através do breeding. 

Nota do Guia: Alguns autores classificam todas as moves que podem ser herdadas dos pais pelo filhote como Egg moves, oque inclui as moves herdadas dos primeiros modos neste grupo. No entanto, optamos por não utilizar esse tipo de classificação para não haver confusão entre os conceitos.

Ou seja, se um Ampharos fêmea for deixado na Daycare com um Garchomp macho que possua o golpe Sand Attack, seu filhote será um Mareep com 50% chance de ser macho e 50% chance de ser fêmea com as moves Tackle e Growl, naturais de sua espécie, e Sand Attack, herdada de seu pai.


Nota do Guia: Existem diversas enciclopédias que listam todas as moves que podem ser aprendidas por cada espécie. Recomendamos para vocês utilizarem o site Bulbapedia e o Pokémon database para consultar todas as Egg moves que cada pokémon pode aprender.



Além disso, ainda há oque chamamos de chain breeding. Existem algumas egg moves que podem ser herdadas por uma espécie, mas que nenhum pokémon da egg group dessa espécie aprenda normalmente, ou seja, ao subir de level. Para isso, é necessário que haja um pokémon que esteja em dois egg groups diferentes, um deles no egg group onde o pokémon que aprenda essa move ao subir de level esteja e o outro egg group onde o pokémon que você deseja ensinar a move esteja.

Por exemplo, suponhamos que você esteja interessado em treinar um Jolteon para o seu time. Você pesquisou sobre suas moves e descobriu que ele pode herdar a move Wish através de breeding. No entanto, ao pesquisar os pokémons que aprendem essa técnica ao subir de level, percebeu que nenhum deles pertence ao Egg group Field, da qual a linha evolutiva de Jolteon pertence. Percebeu, no entanto, que a espécie Togetic a aprende no Level 29 e que ela pertence ao Egg group Fairy e ao Egg group Flying.

 Oque você precisa fazer agora é encontrar um pokémon que pertença ao Egg group do Togetic (Fairy ou Flying), ao Egg group do Jolteon (Field) e que possa aprender a move Wish através do breeding. Nesse caso, o melhor pokémon a ser escolhido seria o Pikachu que atende aos três requisitos.


 Os próximos passos são puramente dedutivos: Capturar um Togetic (ou capturar ou Togepi e evoluí-lo), treiná-lo até o level 29, ensiná-lo a move Wish, colocá-lo na Daycare com um Pikachu do sexo oposto, chocar o Pichu da pokémon egg obtida, evoluí-lo para um Pikachu, breedá-lo com uma Eevee ou qualquer um de sua linha evolutiva como um Espeon ou Umbreon, chocar a Eevee do pokémoon egg obtido que já nascerá sabendo a move Wish. Agora basta evoluí-lo para um Jolteon com a Thunder Stone e pronto!


Alguns pokémons ainda podem nascer com moves novas caso um de seus pais esteja segurando um item específico, como é o caso do Snorlax. Um Munchlax só pode ser obtido caso a sua mãe, aquela Snorlax, esteja segurando o item Full Incense enquanto estiver na Daycare. Do contrário, o filhote a ser chocado será apenas outro Snorlax com a move Tackle
.

Outro caso curioso é a do Pichu. Se um de seus pais estiver segurando uma Light Ball enquanto estiver na Daycare, seu filhote nascerá com a move Volt Tackle

Além de aumentar as moves possíveis de cada pokémon, a técnica de breeding ainda tem importante influência sobre os stats deles. Falaremos ainda mais sobre em nossa próxima edição.

Até a próxima, jovens treinadores!
Facebook
0
Google
 
Top