Na última semana, surgiram novos boatos sobre o misterioso NX. Por mais interessantes que sejam, a verdade é que não teremos uma confirmação real até o anúncio ser feito pela própria Nintendo. Aliás, isso serve para qualquer rumor surgido na web ou em qualquer outro lugar. Mas o que faz esses rumores sobre a nova plataforma da Nintendo serem tão diferentes dos demais?

A princípio... Nada. A lista de novidades, tomando como base o registro de patentes feito pela Big N no início do ano, os projetos em desenvolvimento e os supostos contatos da Nintendo com Third Parties na última E3, parecem bem uma história bem montada do que de fato "vazamentos".

Mas podemos tirar boas possibilidades do que poderia ser esta nova plataforma. E antes de falar nelas, já deixo meu adendo que acredito ser o de várias pessoas também: não estou preocupado com Hardware, se ele será tão potente quanto PS4/XBO. Se eles até agora não se preocuparam com isso, tenho minhas ressalvas de que agora será diferente.

Um Sistema a Todos Gerenciar

O que me chamou mais atenção nesses novos boatos do NX, é de que o novo sistema seria mais uma plataforma para integrar consoles, portáteis e mobile, casando com a notícia, na mesma época, de sua parceria com a DeNa.



Embora essa ideia não seja "lá" algo inédito no mercado de games - a Microsoft já faz isso com o Xbox One e Windows -, o que me deixou intrigado é quanto a possibilidade da Nintendo criar um Sistema Operacional integrando todas as suas plataformas. Houveram notícias de que a Big N também produziria smartphones próprios, o que daria força ao rumor.

Se esta for a novidade prometida pela Nintendo, poderemos estar diante de uma inovação realmente interessante no grande mercado de games. Um sistema versátil, possibilidades maiores de funcionalidades, e dada a compatibilidade com aparelhos mobile, ainda mais acessibilidade a desenvolvedores independentes e mesmo grandes empresas poderiam trazer suas franquias de volta a Big N com mais facilidade.

E por falar nelas...

Abrindo as portas da Esperança

Depois de uma certa negligência das Third Parties ao Wii U, acho um tanto difícil vê-las retornando de tão imediato a um sistema que mal foi apresentado apropriadamente. O que significa que, exceto por Dragon Quest XI da Square Enix, em que a própria empresa anunciou estar interessada em incluir o game no NX, acho difícil empresas como Ubisoft e EA voltarem para a Nintendo de maneira tão abrupta.

Por enquanto apenas para 3DS, mas esperamos vê-lo nas telonas.


Contudo, somado as possibilidades descritas acima, quem sabe? Ainda espero ver grandes games AAA de volta a Big N, mas por enquanto é apenas uma divagação tão sonhadora quanto a objetivada pelos novos boatos.

Focando no Agora


Até o grande anúncio, provavelmente na próxima E3, ainda teremos muito o que aproveitar do Wii U e do final de vida do 3DS. Aos poucos, os próximos lançamentos estão surgindo para 2016, com Pokkén Tournament, Zelda U, Fire Emblem x Shin Megami Tensei, e o (inacreditável como essa franquia continua recebendo jogos) Pikmin 4.

Eu só quero saber do Primeape nesse jogo. De verdade.

E se as declarações do finado Iwata forem realmente verdadeiras, podemos ver mais novidades ainda até o fim da vida do Wii U. Gostemos ou não, ainda teremos mais 2 ou 3 anos de console, e o melhor mesmo é aproveitar o seu agora.

O que achou desses boatos? Acha mesmo que iremos ver o NX como uma plataforma de integração entre seus aparelhos? F-Zero vai mesmo voltar na nova plataforma? Deixe aí nos comentários.
Facebook
6
Google
 
Top