Imagine que você está nos anos 90. O Super Nintendo em alta no auge dos seus 16 bits. De repente aparece alguém e fala “bah, legal esse teu console aí, mas quem sabe se a gente fizesse um jogo em 3D?”. A ideia iria parecer surreal, ou impossível, mas para a Nintendo, quebrar as improbabilidades é só questão de tempo. Hoje a nossa Máquina do Tempo vai viajar pelos confins das galáxias e aterrissar em Venom e derrotar Andross.

3D em um console 2D


Nos anos iniciais da Nintendo, a empresa trabalhou de forma muito próxima com a desenvolvedora Argonaut. Essa parceria aconteceu na época do Super Nintendo e principalmente do Nintendinho e dela surgiu um protótipo com o codinome NESGlider e que foi inspirado no game de 8 bits Starglider. Depois esse protótipo recebeu um port para rodar no Super Nintendo.

O programador Jez San afirmou para a Big N que isso era o melhor que eles poderiam fazer, e sugeriu que se eles utilizassem um hardware melhor no SNES, ele conseguiria fazer um 3D muito melhor. A empresa não só concordou com a ideia, como deixou nas mãos do próprio San a contratação de designers de chips que viriam fazer o Super FX. Estava pronto então o primeiro acelerador gráfico 3D em um produto de consumo. 

O design do jogo Star Fox foi desenvolvido pelo nada famoso Shigeru Miyamoto e também por Katsuya Eguchi, que já havia sido o designer de Super Mario Bros. 3. Os personagens foram criados por Takaya Imamura que também fez o mesmo trabalho no game F-Zero. O responsável pela trilha sonora foi Hajime Hirasawa que deixou a empresa logo depois de completar seu trabalho em Star Fox para fundar a própria companhia.

Miyamoto planejava fazer o game com animais no espaço como protagonistas desde o início da ideia, pois ele não queria fazer nada convencional ou parecido com as histórias de ficção científica que continham humanos, robôs, monstros e super heróis. O personagem principal, Fox McCloud foi inspirado nas estátuas de raposas do templo Fushimi Inari-taisha, que fica há 15 minutos da Nintendo. De acordo com a filosofia oriental, raposas são consideradas mensageiras e uma delas, que está nesse templo, carrega a chave de um celeiro de arroz.



Babuinos bobocas se matando em bando


Star Fox é um rail-shooter que funciona nas perspecitvas em primeira pessoa e também em terceira pessoa, ambas em 3D. Esse estilo de shooter limita o jogador a permanecer na tela do jogo enquanto a fase avança sozinha. A história se passa no sistema solar Lylat, que possui diferentes raças, mas todas são de animais humanoides. Existem dois planetas principais que são Corneria e Venom e representam os mocinhos e os vilões, respectivamente.

Os problemas acontecem quando o cientista Andross foge para Venom ao ser banido de Corneria. Ele declara guerra contra a capital e junta um exército para combater e destruir os mundos. Para combater os inimigos, o comandante oficial de Corneria decide utilizar os aviões de caça Arwing, que são apenas protótipos. Sem tempo para treinar uma equipe, ele decide contratar os mercenários da Star Fox. O líder Fox McCloud é acompanhado de Falco Lombardi, Peppy Hare e Slippy Toad.

O jogador controla Fox em sua Arwing e deve combater os inimigos que vão aparecendo na tela. Durante a missão, vários power-ups vão aparecendo para serem coletados. Tiro especial e bombas de grande alcance são um exemplo disso. Ao final de cada fase, existe um chefão para ser enfrentado e que deve ser derrotado antes de prosseguir. Com a conclusão, o jogador recebe uma pontuação que dependerá do número de inimigos abatidos e se ele conseguiu evitar que seus companheiros morressem ou percam pouca energia. Os controles podem parecer complicados no início, mas é algo fácil de se habituar com o passar das fases. Eles são intuitivos e leves, se considerarmos o fato de que é um jogo 3D controlado em um SNES.

A equipe de Fox o acompanha por todas as missões e eles aparecem aleatoriamente na tela, pedindo ajuda, pois estão sendo perseguidos de perto por algum inimigo. Se o jogador não conseguir destruir a nave inimiga ou ignorar o pedido de ajuda, eventualmente seu companheiro morrerá, acarretando problemas na equipe. Os companheiros não estão presentes nas batalhas contra os chefões, mas o ajudarão no decorrer das missão, matando alguns inimigos e fazendo com que a pontuação fique elevada.

Apesar de ser um scrolling shooter, o jogo possui elementos únicos que o diferenciam da maioria dos games desse estilo. Os jogos desse modelo forçam o jogador acompanhar a tela do game em uma velocidade única, o que também acontece em Star Fox. A grande diferença é que a Arwing possui propulsores e retro-foguetes que ajudam a acelerar ou diminuir a velocidade da nave temporariamente. Isso é utilizado para manobrar contra os inimigos ou em momentos de fuga durante as batalhas. Outra diferença é o padrão de dano sofrido. A Arwing possui um sistema de escudo que protege contra o choque em superfícies sólidas. Ela só explodirá depois que os níveis de escudo acabarem, enquanto nos outros jogos, qualquer batida seria igual à morte.

Mas a grande jogada é o nível de dificuldade do jogo. A maioria dos games desse estilo poderiam ser setados em easy, medium e hard. Isso modificaria o número de vidas disponíveis, inteligência dos inimigos, quantidade de naves inimigas e velocidade delas, só para citar alguns exemplos. Em Star Fox, após passar pela primeira missão, o jogador tem três rotas diferentes para escolher, representando os níveis de dificuldade. Mas o que difere dos outros é que cada nível de dificuldade terá planetas únicos e momentos diferentes dos outros, o que faz com que os jogadores queiram jogar em todas as rotas e ter a experiência completa ao jogar Star Fox.

Do a aileron roll (?)


  • O Super FX era tão mais poderoso que o processador padrão do Super Nintedo, que criou-se uma piada afirmando que o console era uma caixa para segurar o chip;
  • Miyamoto sempre planejou utilizar a palavra fox, em inglês, ao invés de usar kitsune, do japonês;
  • Imamura usou o folclore japonês como inspiração para adcionar um pássaro e uma lebre no jogo;
  • Slippy, o sapo de Star Fox, foi inspirado em um mascote de um funcionário da Nintendo EAD;
  • O exército de Cornerian e o seu líder Pepper são cães, enquanto o exército inimigo é composto por macacos, bem como o seu líder Andross. Isso é uma referência à expressão “Lutando como cachorros e macacos”;
  • Para desenvolver os personagens, Miyamoto criou vários fantoches e os fotografou para fazer a artwork da capa do jogo. Ele é um grande fã de fantoches, como Thunderbirds e queria usar a capa para expressar isso;
  • Se você acertar um dos seus amigos, eles não perderão energia, mas irão reclamar de você;
  • Como marketing promocional, foram feitas competições na Europa e nos Estados Unidos. Cartuchos especiais foram criados para o evento, que também distribuiu camisetas, jaquetas e viagens internacionais;
  • Existe uma teoria que diz que todos os membros da equipe Star Fox tiveram suas pernas amputadas e substituidos por próteses para evitar os problemas da Força-G;
  • General Pepper foi baseado no álbum dos Beatles Sgt. Pepper’ Lonely Hearts Club Band, em que, na capa, os integrantes da banda estão vestidos com roupas de banda marcial;
  • O famoso barrell roll na verdade é um movimento chamado aileron roll. Aproveitem para digitar barrell roll no google novamente!
As diferenças dos movimentos na aviação humana


Pegue sua Arwing já!

Com toda a premissa do jogo Star Fox, era de se esperar que ele se tornasse um sucesso mundial. Não somente o jogo ficou marcado na história, como sua fama fez com que mais jogos fossem lançados, criando uma franquia sensacional e memorável.

No Super Nintendo, o jogo é o início de tudo de bom que vivenciamos com Fox McCloud e sua equipe. Histórias que passaram de mão em mão, mas que mantiveram um brilho de qualidade através dos tempos. No segundo console da Nintendo, o jogo é muito bem trabalhado e possui visuais fantásticos e não imaginados para a época.

Sempre inovadora, a Big N foi muito além do que todos esperavam de uma empresa de video games. Ela criou um próprio chip para que o console suportasse a qualidade que eles queriam colocar em um jogo. Além disso, Star Fox possui grandes características que o diferenciam dos outros games e fazem com que o jogador queira jogar inúmeras vezes, seja para conhecer todos os planetas ou para aumentar a pontuação no final do jogo.

A vida dos video games mudou depois que Star Fox foi lançado. Ele serviu como precursor de algo que viria a crescer muito. O mundo 3D dentro dos consoles se expandiu e hoje chega a lugares que nem poderíamos imaginar. Com controles simples, mas eficazes, ele conquista qualquer jogador e o potencial do jogo é incrível. A temática espacial é algo que quase sempre cativa quem está jogando e a trilha sonora não deixa a desejar. Seja para conhecer os primórdios do 3D e da própria franquia Star Fox ou para experimentar um jogo de grande qualidade, o game é diversão garantida.
Facebook
1
Google
 
Top