Aqui no site, nós já falamos sobre o Museu do Videogame Itinerante, um museu que já passou por várias cidades aqui do Brasil com uma coleção com mais de 200 consoles de várias gerações.

E após passar por nove cidades do país em 2015, e alcançar um público de mais de 3.5 milhões de pessoas, o Museu do Videogame Itinerante foi um dos dez museus do Brasil selecionados para participar do Museum Connections 2016, um evento internacional que reúne milhares de profissionais de museus do mundo todo na cidade de Paris. Essa será a 21ª edição da feira, que ocorre anualmente e reúne profissionais de diversas áreas ligadas à museologia, gestão de museus, sustentabilidade e empreendedorismo. 

Entre as relíquias do museu, estão o primeiro console fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972; o Atari Pong (primeiro console doméstico da Atari), de 1976; Fairchild Channel F, de 1976 (primeiro console a usar cartuchos de jogos); o Telejogo Philco Ford, de 1977 (o primeiro videogame fabricado no Brasil); o TV-Game 6 (primeiro console fabricado pela Nintendo), de 1976, o Nintendo Virtual Boy, de 1995 (primeiro a rodar jogos 3D); o Vectrex, de 1982 (console com jogos vetoriais que já vinha com monitor); o Microvision (primeiro portátil a usar cartucho), de 1979 e o R.O.B (robozinho lançado juntamente com o Nintendo 8 bits, em 1985), entre outros.

Um dos diferenciais do Museu do Videogame Itinerante é que, além de conhecer consoles e jogos raros, os visitantes também podem jogar alguns consoles que fizeram história. Ele também conta com modelos da nova geração de consoles, como PlayStation 4, Xbox One e Wii U.

Em 2016, o Museu do Videogame Itinerante está previsto para passar por cidades como Curitiba-PR, Caxias do Sul-RS, Maceió-AL, João Pessoa-PB, São Luís-MA, Belém-PA, Manaus-AM, Recife-PE, Fortaleza-CE, São Paulo-SP, Rio de Janeiro-RJ e Brasília-DF.

Para mais informações sobre o Museu do Videogame Itinerante, basta acessar o endereço www.museudovideogame.org.

Facebook
0
Google
 
Top