Ontem, demos adeus à Lemmy Kilmister, que foi um dos maiores nomes do metal de todo o mundo, tendo fundado a banda Motörhead. E há uma história bem curiosa a respeito dos nomes dos Koopalings, que envolve o Lemmy e outros músicos e que nós achamos bem interessante trazer à tona agora que esse grande deus do metal partiu.

O responsável por isso foi Dayvv Brooks, um cara que trabalhava para a Nintendo e que ficou responsável por pegar um texto em japonês de Super Mario Bros. 3 que estava mal traduzido e fazer com que ele soasse melhor para o jogador, já que na época, ainda não haviam depertamentos especializados em localização de jogos nas empresas.

Brooks confirmou toda a história relacionada ao nome dos personagens e aos nomes de músicos, e explicou ao site Kotaku que a música sempre fez parte da sua vida, e que quando ele viu pela primera vez o grupo dos sete Koopalings, música foi a primeira coisa que veio em sua mente.

O penteado de um deles me lembrou de Ludwig von Beethoven, e por algum motivo Ludwig von Koopa nasceu. Em seguida, teve um que usava óculos, que veio a ser Roy Koopa em homenagem a Roy Orbison, que quase sempre usava óculos. Em seguida, Wendy O. Koopa (Wendy O. Williams) e Iggy Koopa (Iggy Pop). Um parecia um falastrão, e aí estava Morton Koopa Jr., inspirado em Morton Downey Jr. E então temos Larry. Não há ninguém no mundo real que seja equivalente a ele que não Larry Mullen Jr., ou Larry King, do U2.
E isso nos leva a Lemmy. Além de ser um grande nome, ele é perfeito para um personagem de video game. Esse Koopaling parecia ser o tipo de personagem que gosta de fazer as coisas do seu jeito, sem se importar com o que os outros pensam. Acha que são por causa dos seus olhos loucos. E então, Lemmy Koopa estava na tripulação.

E saibam que essa também não foi a primeira vez de Lemmy nos games. Ele também já dublou uma personagem inspirado nele chamado de Kill Master no game Brutal Legend lançado para PC, PS3 e Xbox 360.
Facebook
0
Google
 
Top