O game Xenoblade Chronicles X chegou ao Ocidente na última semana depois de um longo tempo de espera. E com a sua chegada, o diretor executivo do jogo, Tetsuya Takahashi deu uma entrevista ao Gamereactor, onde falou sobre o que espera para o futuro da franquia e também da sua empresa, além da conexão que eles tem com a Nintendo.

Takahashi disse que a sua visão da Monolith Soft é que a empresa deve fazer jogos que a Nintendo não pode fazer, e ainda acrescentou que Xenoblade Chronicles só existe porque a Monolith Soft foi fundada por ex-funcionários da Square Enix, que combinaram as influências da Square Enix com as influências da própria Nintendo.

A franquia Xenoblade sempre abordou um gênero diferente em cada jogo, com o game anterior sendo de fantasia, e agora mais voltado para a ficção científica. Espero que possamos ser capazes de continuar um séria como essa, explorando várias coisas diferentes, ao invés de ficamos confinados a um gênero específico.
Essa é apenas a minha opinião pessoal, mas eu acho que a Monolith Soft deve continuar criando jogos que não podem ser feitos pela Nintendo. Como você sabe, antes de estarmos na Monolith Soft, trabalhamos na Square Enix, então Xenoblade Chronicles é o resultado dessas influências vindas da Square Enix e combinadas com as da Nintendo. Assim como a civilização humana se desenvolveu mesclando povos e culturas diferentes, espero que a Monolith Soft possa continuar se desenvolvendo ainda  mais por ter tantas oportunidades para trabalhar com a Nintendo.

O que será que veremos futuramente saindo da parceria dessas duas empresas?

Fonte
Facebook
0
Google
 
Top