Sim, o post está beeeeem atrasado. Era para ter sido lançado uma semana antes da Direct de Smash Bros, com uma continuação após e mais um para o Natal. Infelizmente, a saúde nem sempre contribui com nossos planejamentos. Mas sem desculpas, vamos nos concentrar no que de fato interessa...

No último dia 15, tivemos a última Nintendo Direct dedicada a Smash Bros. Com ele, vieram os detalhes sobre Cloud, e as duas últimas vagas preenchidas. Cheguei a cogitar que haveriam mais personagens além dos três espaços que haviam surgido em um hack há poucos meses atrás. Infelizmente (ou felizmente, pois teria errado muito feio), as três de fato pertenciam aos últimos lançamentos.

Para quem tem acompanhado o game desde o seu lançamento, esta Direct foi importantíssima. Com os anúncios realizados, Sakurai nos mostrou o tamanho em números do game, mostrando que ele é muito maior em conteúdo do que imaginávamos. Mas ainda assim, a sensação de "só coloca mais aquele personagem e estamos satisfeitos" permaneceu. Quem sabe em um futuro game da franquia?

Palpites (todos falhos) para os novos Lutadores


O Fighter's Ballot se tornou uma das votações mais interessantes para novos personagens nos últimos tempos. Com as devidas restrições, foi possível votar em praticamente qualquer personagem dos games. Por mais que houvessem argumentos plausíveis para a votação de figuras como o Goku e o Mickey, a restrição de que apenas personagens originados nos games foi bem clara. Isto se tornou mais evidente quando Bayonetta foi anunciada, mostrando-se como a primeira colocada Entre os Personagens Possíveis. Trolls não se cansam de serem chatos...

Em meus palpites originais, figuras já desejadas pelo público, como King K. Rool, Inkling, Bomberman, Banjo, e até mesmo figuras mais inusitadas como Pokey Minch (de Earthbound), Black Shadow (de F-Zero), e Fulgore (de Killer Instinct) poderiam dar as caras, embora estes últimos seriam claramente impossíveis. E antes que alguém me xingue, o Fulgore foi uma piada (sem muita graça). Mas seria bem legal.
Desta vez ficamos só na vontade...

Por mais que 58 personagens sejam um número expressivo em um game de luta, e não tenhamos do que reclamar, eu particularmente fiquei um tanto frustrado. Ao meu ver, poderiam haver mais espaços para um segundo ou terceiro personagem votado no ballot. E por mais que o gameplay de Corrin seja interessante, de todas as opções visadas pelo público, certamente o protagonista de Fire Emblem Fates não era a mais esperada.

Porém, ver Bayonetta como a eleita foi uma grata surpresa. Quem sabe aquelas escolhas feitas na votação não possam surgir em um futuro game.

E para você que gosta dela...



Suporte à Cena Competitiva

Este é um ponto que, apesar dos apoios indiretos da Nintendo, ainda falta com a devida atenção, tal como apresentamos em um recente Papo de Gamer. Atualmente, temos a MVG League nos Estados Unidos, e a comunidade SmashBoards, que organiza os seus próprios eventos (e por aqui temos diversos torneios organizados pela 1up Smash, mas este é um assunto para o futuro... Aguarde). Mas boa parte das grandes competições utilizam tanto SSB4 como o Melee, este último com uma comunidade muito mais forte e estabelecida.

Com os resultados visto este ano na comunidade de Smash Bros para Wii U, quem sabe não há a chance de vermos a Big N finalmente colocando seu game no cenário competitivo, tal como a Capcom e a Sony planejam para Street Fighter V?

Este não foi um assunto sequer mencionado no Direct, mas temos algumas características nos novos personagens bem interessantes. Cloud, Corrin e Bayonetta apresentam opções de gameplay que favorecem disputas competitivas ainda mais acirradas, inclusive trazendo elementos até então inéditos na série, como ataques por debaixo do estágio no caso de Corrin, e o controle do tempo da Bayonetta. Podemos não ver anúncios de uma liga oficial da Nintendo, mas certamente Sakurai pensou em como os personagens se comportariam nos torneios mundo a fora...

O Adeus de Sakurai?

Já comentei aqui algumas vezes sobre as declarações de Masahiro Sakurai sobre esta ser a sua última participação na franquia. E para quem conhece Smash Bros a fundo, sabe o quanto o criador de Kirby se dedicou a fundo pela série, a ponto de sacrificar dias de folga e mesmo horas de descanso para entregar o material mais completo possível. Vendo a quantidade de conteúdo que surgiu mesmo depois do game, percebe-se que esse empenho continuou. Por outro lado, também já ouvimos essa história de adeus várias vezes, e ele sempre de volta, então...

No Papo de Gamer em que falei sobre o anúncio de Cloud, comentei sobre o tamanho que o game alcançou desde o seu lançamento. Vendo os números finais na última Direct, temos uns bons meses pela frente para ficarmos ocupados. No artigo em questão, também comentei que mesmo com o anúncio de um novo Smash Bros em alguns anos, não teremos Sakurai no comando.

Verdadeiro ou não, sem dúvidas o que ele trouxe neste novo episódio ficará na história dos games. Afinal, quem imaginaria o dia em que Ryu, Cloud, Mario, Sonic, Pac-man, Bayonetta e tantos outros personagens iriam trocar uns tapas?

E como todo bom fã nunca fica satisfeito com o conteúdo mostrado, deixe nos comentários quem você gostaria que fosse anunciado nesse Smash, ou quem sabe no próximo.


Sobre o Natal

Este Papo de Gamer ficou um pouquinho maior do que o normal, e com uma razão simples. Era para ser o último de 2015. O ano foi muito produtivo em assuntos, novas descobertas enquanto colunista, mas principalmente em descobrir quais os meus limites como escritor. Entre atrasos e assuntos um pouco mais delicados, pude entender melhor as opiniões do público, embora ainda não saiba como trazer mais conteúdos expressivos em participação de vocês.

2016 virá repleto de novidades. Além do Papo de Gamer, o Baú Big N seguirá mais firme, além de outras novidades. E o mais importante, é que passou da hora de ser mais participativo com a própria comunidade. Espero que essa comunicação possa trazer frutos ainda melhores para vocês.

Feliz Ano Novo! ;)
Facebook
3
Google
 
Top