Há poucos dias, a publicação australiana Stack teve a oportunidade de se reunir com Shigeru Miyamoto, e como era de se esperar, Star Fox Zero foi o assunto principal da reunião.

Entre os temas abordados, Miyamoto falou sobre a intenção de agradar tanto o público novato quanto jogadores experientes, o desenvolvedor falou também sobre a interação com o Gamepad e como o jogo evoluiu com o passar do tempo.

Destacaremos abaixo os principais trechos da entrevista, mas caso seja de seu desejo, você pode conferir a entrevista na íntegra clicando aqui, lembrando é claro, que o conteúdo está todo em inglês.

S: Conte-nos sobre a sua intenção de agradar os jogadores novatos e experientes...

SM: Eu fico feliz caso tenha conseguido atingir ambos, mas não é algo que eu possa dizer para mim mesmo [risos].

Trata-se principalmente da tecnologia e meus princípios. Às vezes eu decido esperar um pouco para que o poder de processamento hardware ou o preço, sejam viáveis para materializar o projeto. Por exemplo, desta vez, as duas telas e controle do giroscópio foram o ponto de partida para iniciar o projeto.

Eu sempre procuro alternar entre as minhas duas personalidades, perito e novato quando vou testar os protótipos. Assim que encontro novos elementos no processo, tento agrega-los ao jogo. Ultimamente eu acho que a coisa mais importante é que eu me encontro e desfrutar das duas personalidades ao mesmo tempo. Temos sempre audiências que estão no comando de testes, e peço para que eles nos diga como se sentem, mas não como eles gostariam que fosse. 

S: Fale sobre interação com o Gamepad presente em Star Fox Zero...

SM: Há alguns jogadores que afirmam que uma tela é suficiente, mas até eles vão notar que você não pode jogar somente com uma única tela [risos]. Depois de algum tempo, você vai se acostumar  com GamePad e o giroscópio, e vai poder usá-lo sem stress; é importante usar o giroscópio para alcançar pontuações mais altas, e obter uma melhor experiência.


S: Como Star Fox Zero mudou desde os seus planos iniciais Miyamoto?

SM: Certamente tornou-se muito maior em comparação com o que se esperava, e está em pé de igualdade ao do N64 ou num nível superior. O uso de duas telas melhorou e o modo de treino para aprender a usar os controles está incluído, é assim que nós esperamos que você aproveite na prática. Embora consideremos a desempenhar o mesmo cenário usando veículos diferentes ao projetar o jogo, concluímos que o barato de Star Fox é descobrir novas rotas. Há também um modo de arcade; é uma maneira focada nestas rotas ideais para usuários experientes, então eu tenho certeza que os jogadores podem desfrutar do título por muito tempo. Esperamos que você gaste muito tempo jogando [risos]!

O que você achou das declarações de Shigeru Miyamoto? Foi um incentivo a mais para adquirir o jogo? Conte-nos quais são suas expectativas para a nova aventura de Fox Mccloud.

Facebook
1
Google
 
Top