Na madrugada do dia 12 Janeiro de 2017, a Nintendo finalmente apresentou para o mundo o seu novo console conhecido como Switch. Muitas informações foram apresentadas, mas muita coisa ainda ficou na dúvida. O sistema operacional e as funcionalidades do mesmo mal foram apresentadas e tudo o que temos no momento são apenas algumas poucas imagens da Treehouse ou alguns vazamentos que ocorreram. Uma das dúvidas que muitos jogadores estão tendo é em relação ao sistema de conquista (ou troféus) que até o momento nada foi apresentado.

Esse sistema já é conhecido na linha playstation (Troféus), Xbox (Conquistas) e Steam (Conquistas), mas nunca tivemos nada parecido nos consoles da Nintendo, isso pode ser algo descartável para alguns jogadores, mas convenhamos, essa ideia já está bem aceita no mercado e já está mais do que na hora de a Nintendo ter algo parecido.

My Nintendo poderia ser o novo sistema de conquista?


A Nintendo lançou no dia 31 de Março de 2016 o seu novo sistema de recompensas chamado My Nintendo, que veio para ser o substituto do Club Nintendo. A ideia principal é fazer o jogador utilizar os sistemas de compra (Nintendo eshop), relacionamento (Miiverse) e o jogo mobile (Miitomo) para ganhar pontos em formato de moedas, sendo elas prata ou ouro. Com essas moedas os jogadores poderão utilizar para trocar por produtos ou ter desconto ao comprar alguns dos jogos apresentados no site do My Nintendo. Há casos em que a Nintendo deixa algumas moedas espalhadas no site de seus jogos para que o mesmo seja explorado, mas é bem raro de acontecer.

My Nintendo é o que temos de mais próximo de um sistema de conquista

O My Nintendo tem a capacidade de ser um excelente sistema de conquistas para os jogos que serão lançados no Switch, na opinião do colunista que vos escreve, cada conquista poderia valer uma moeda, as mais fáceis valeriam moedas de prata e as mais complicadas valeriam ouro, além disso, deveria ter um sistema de pontuação ranqueado para que ficasse registrado as proezas realizadas pelos jogadores, algo já praticado pelas concorrentes. A Microsoft, quando lançou o Xbox One, falou que o sistema de conquistas seria melhorado, e que para aqueles que fossem fazendo suas pontuações, no futuro, isso poderia ser utilizado como descontos ou premiação de produtos na Live, algo que até o momento não ocorreu e que a Nintendo pode ficar na frente.

Conquistando um desafio no Xbox One

Vale lembrar que, a Nintendo até o momento não se pronunciou em relação as funcionalidade do My Nintendo no Switch, mas tudo indica que pelo menos no inicio tudo será muito parecido com o que já estamos vendo.

Um sistema de conquista é realmente necessário?


Sim, com toda certeza. Para alguns jogadores, ter um sistema de conquista aumenta o tempo de vida de um jogo e desafia os mais hardcore a fazer 100% para poder exibir no seu histórico o quanto ele pode ser bom. Apesar de a Nintendo não ter esse sistema, os seus jogos são bem prazerosos de se jogar a ponto de querer fazer tudo o que o mesmo tem a oferecer, além do mais, os jogadores ainda são recompensados com alguma frase, avatar ou fase especial quando o jogo é concluído completamente, mas podemos ver que isso não ocorre com a maioria dos jogos das thirds.

Imaginem um jogador que possui um Nintendo Switch e um PS4, então um determinado jogo foi lançado para as duas plataformas com o mesmo preço e funcionalidade, mas no PS4 temos os famosos troféus, no qual o jogador poderá fazer as suas proezas que serão guardadas e exibidas para os seus amigos e outros membros da comunidade, mas no Switch ele não terá isso, então é bem obvio que ele irá escolher o PS4.

O troféu platina é a conquista máxima para quem joga no PS4

Já é praticamente certo que o Switch vai ser inferior ao PS4 e Xbox One em termos de processamento, então a Nintendo tem que procurar trazer funcionalidades extras para poder convencer os jogadores de outras plataformas a comprarem o novo console e a optarem jogar os jogos multiplataformas nele também. Claro que um sistema de conquista não seria o diferencial necessário para isso, mas a ausência dele fará uma diferença negativa na hora de escolher em qual plataforma jogar.

Caro leitor, você pode não ser o tipo de jogador que tenha o perfil de procurar por conquistas, mas, se assim como eu, deseja o sucesso da Nintendo no mercado, temos que ser realistas e ver que de fato é necessário um sistema de conquistas. Há uma boa ferramenta que pode ser utilizada pela Nintendo, mas ela terá que encontrar uma maneira de aproveitá-la de forma mais atrativa para os jogadores. Para os desenvolvedores, aplicar as condições para realizar determinadas conquistas no jogo já faz parte do desenvolvimento e isso não traria nem um esforço a mais para aplicar nos jogos do Switch.

Mas eu quero saber de vocês, o que acham de o Switch ter um sistema de conquistas? Será que realmente isso faria diferença no console? Por favor, deixem seus comentários e vamos debater sobre o assunto.
Facebook
2
Google
 
Top