Se existe um jogo de aventura que marcou a história do NES, esse jogo seria StarTropics: com personagens únicos, uma história diferente de muitos jogos produzidos no mesmo período, e um sistema de jogabilidade inovador, StarTropics tem de tudo para encantar os apaixonados por RPGs. Neste Throwback Thursday, te convidamos a relembrar esse título que marcou a história de muitos gamers.

Um Jogo “Para As Américas” 


StarTropics foi a resposta da Nintendo quando a questão é jogos exclusivos para o Japão. StarTropics foi lançado apenas nos Estados Unidos e na Europa, o jogo nunca foi, nem teve intenção de ser lançado no Japão, seria um jogo produzido exclusivamente para as Américas. 
Existem várias referências à cultura norte-americana no jogo. Um exemplo é que todas as vilas no jogo terminam com a palavra “cola”, uma referência a uma bebida muito apreciada até mesmo pelos brasileiros, um dos códigos usados no jogo é o ano da Declaração da Independência dos Estados Unidos, e que o personagem principal é um jogador de beisebol, um esporte muito apreciado nos Estados Unidos, e seu nome é a combinação de um nome e sobrenome comum no país: “Mike” sendo o nome mais popular em 1990, e “Jones” sendo o 4º sobrenome mais popular no mesmo ano. 

História


O jogo StarTropics conta sobre as aventuras do garoto americano Mike Jones, que vai a uma ilha fictícia chamada C-Island, que recebe este nome por causa de seu formato, que lembra um “C”. Nessa ilha, ele visitará seu tio, o arqueólogo Dr. Stephen Jones. Porém, quando Mike chega à ilha, ele recebe uma notícia desagradável: seu tio foi raptado. Um assistente de Dr. Jones presenteia Mike com um iô-iô para se defender, e o dá permissão para usar o submarino de seu tio. Em uma ilha próxima, Mike encontra uma garrafa com um recado de seu tio: ele descobre que Stephen foi raptado por alienígenas, e que ele será responsável por salvar seu tio. Na sua aventura para resgatar seu tio, Mike se encontra com labirintos, personagens peculiares e únicos, e animais talentosos e inteligentes, como um papagaio falante e dois golfinhos que salvam sua vida. O nosso protagonista também enfrenta monstros e criaturas terríveis na busca ao seu tio. 

Legado


StarTropics é uma série que pode ser vastamente explorada, mas “nasceu” e “morreu” na mesma geração. Mesmo com apenas dois jogos na série, StarTropics traz boas recordações aos que tiveram a oportunidade de jogá-lo. Da famosa carta 747, ao humor do jogo, StarTropics tem uma “marca” que grande parte das séries da Nintendo não tem. Por este motivo, StarTropics foi colocado no Virtual Console do Wii e do Wii U, além de ser um dos 30 jogos no NES Classic Edition, que fez grande sucesso entre gamers nostálgicos. Com certeza, mesmo com muitos anos que se passaram, Mike Jones e suas aventuras têm um espaço em nossos corações.

Facebook
0
Google
 
Top