O deputado federal Jair Bolsonaro foi tema de mais uma polêmica nos últimos dias quando um vídeo de sua participação no Programa Mulheres, da TV Gazeta, gravado em 23 de Maio de 2013 voltou a circular pela internet. No vídeo em questão, o deputado afirma que "isso leva a molecada a perder o freio. Por exemplo, ele disse: videogame é um crime. Você tem que coibir o máximo possível, não aprende nada".

Classificação indicativa do Brasil
O filho de Jair Bolsonaro, Eduardo, foi em defesa de seu pai dizendo que ele falava de "jogos violentos", não de games em geral. "É impensável que uma criança jogue games como 'GTA'". Segundo Eduardo, há games úteis, como "simuladores que pilotos de avião ou de corrida que usam pra treinar".

Ao ser lembrando de que, no Brasil, os jogos passam pela Classificação Indicativa do Ministério da Justiça - que não impede, por exemplo, a venda de games violentos para crianças, mas permite aos pais saberem o que seus filhos estão consumindo -, Eduardo foi taxativo: "Isso é uma farsa. A ideia é proibir mesmo. Meu filho de dez anos quase comprou um 'GTA' em uma loja aqui Brasília", contou.

A grande questão disso tudo é que os jogos no Brasil já passam por um crivo muito grande, recebem a classificação indicativa que fica na parte da frente e de trás dos jogos. Na frente fica a idade indicada para usar o jogo e atrás os conteúdos presentes no jogo.

Mais uma vez o deputado e sua família falaram bobagem. A classificação dos jogos funciona sim e proibição é um absurdo. Porém, grande parte das coisas que o deputado fala não passam de palavras ao vento, embora algumas incitam ódio e isso é sim preocupante.

Sua declaração sobre os games é tão absurda que não passa de um leigo falando sobre algo, apenas falando para agradar alguns outros que compactuam com tal pensamento. Sobre o Eduardo, é importante que os pais estejam juntos de seus filhos para saberem o que consomem e se seu filho quase compra um jogo da franquia GTA, o Eduardo não anda atento ao que seu filho consome ou mesmo tem interesse.

Fonte
Facebook
5
Google
 
Top