O chefe da divisão de jogos da Sony, Andrew House, deu uma entrevista ao site Bloomberg. Segundo ele, o mercado de portáteis não são uma ameaça real para a empresa, em uma era dominada pelos smartphones.

House afirma que os dispositivos portáteis (tablets e smartphones) têm atrapalhado muito a venda de consoles portáteis, mercado que não interessa à Sony. Entretanto, ele cita o Switch como uma interessante alternativa de trazer algo novo:

O dispositivo da Nintendo (Switch) é um console híbrido com uma diferente estratégia e abordagem. Nós (a Sony) não vemos os jogos portáteis como uma oportunidade de mercado.

O PS Vita não teve uma forte demanda fora do Japão e Ásia. O estilo de vida as pessoas está mudando para a dominação dos smartphones como o dispositivo-chave que está sempre com você, e este foi o fator dominante.

Ele também afirma que, apesar de o Switch ter números confortáveis de vendas no Japão em relação ao PS4, o console da Nintendo não teve impacto nos negócios da Sony:

Isso me leva à conclusão de que eles realmente foram aditivos ao negócio no último ano ou algo assim. O pessoal da Nintendo têm a sua estratégia e isso é excelente.

Nosso foco continua em torno de uma experiência altamente conectada combinada a uma ótima variedade de experiências de entretenimento para que você possa alcançar várias pessoas na TV de sua casa.

Embora o mercado de games mobile certamente tenha tido um impacto no mercado dos portáteis, o Nintendo Switch tem uma atuação única no mercado combinando as plataformas portáteis e de mesa. Este fascinante conceito claramente conectou milhões de jogadores ao redor do mundo.

Fonte
Facebook
0
Google
 
Top