Nos anos 2000, a série Pokémon já era relativamente famosa no Brasil, ainda mais com a chegada da segunda geração e o surgimento do sétimo jogo da série principal de RPG: Pokémon Crystal. Naquela altura do campeonato, Ash e seus amigos passavam pelos desafios da Liga Laranja, e nesse ínterim, havia uma side-quest no anime - na verdade era a main quest que abria essa segunda temporada - envolvendo a Pokébola GS (Gold/Silver Ball) e o favor que o professor Elm pediu ao Ash. Muito bem, eis que Pokémon 2000 (filme) foi lançado...e nada sobre a bendita GS Ball foi dito. In-game então, ela "passou batida" lindamente...aqui no ocidente. Por quê "passou batida" entre aspas? Simples: na versão japonesa de Pokémon Crystal, essa quest existia, mas no anime não.

Sobre a tal quest

Depois de capturar todos os 150 (novos) Pokémon da região, o professor Elm lhe chamará para falar sobre uma misteriosa pokébola, e lhe pedirá para buscá-la com o Kurt. Não nos pergunte quem deu isso à ele, pois talvez nem a própria Nintendo saiba responder essa. Em posse dela, você irá à Illex Forest, e a colocará no Shrine, que então ela se abrirá, revelando o Celebi dentro dela.

 O grande porém nisso tudo é que para se ter acesso à GS Ball, era necessário participar de um evento da Nintendo, onde o item era distribuído através do Mobile Adapter, um acessório que conectava o Gameboy Color a um celular, e transferia o tal item. Contudo, essa era uma tecnologia exclusivamente oriental, e que portanto deixou todos os países do mundo "de fora" do tal evento.

Pôster do evento oficial realizado no Japão em 2000


Esclarecendo o inexplicável

Recentemente, Masamitsu Hidaka, diretor e artista do guia gráfico do anime Pokémon, respondeu a algumas perguntas que lhe foram feitas numa entrevista concedida ao PokéBeach, e esclareceu que, a Bola GS, inicialmente continha uma Celebi e que ele seria a estrela de uma parte da história na saga Johto, mas que depois foi decidido que seria a estrela do quarto filme (A Timeless Encounter). Tal decisão fez com que o Kurt guardasse a Bola GS com a intenção de que os espectadores se esquecessem do item.

Mas é claro que, ao saber que muita gente se sentiu esquecida, a Nintendo se redimiu, organizando um evento mundial e distribuindo o Pokémon lendário. É claro, não tinha a mesma graça da quest, mas também não deixaria os fãs sem o Pokémon número 251. Inclusive este que vos escreve participou do evento (tinha até um Pikafusca por lá...). Ele foi distribuído através de uma máquina de transferência muito parecida com a que distribuiu o Mew em 99. Aliás, ambos os eventos eram bem parecidos, e depois da transferência os jogadores recebiam um certificado com número de autenticidade e tudo.

Era nessa máquina que eles davam os Celebi pra garotada

E como noticiamos recentemente, a versão de Pokémon Crystal que será vendida a partir de 28 de Janeiro na eShop, contará com essa quest (dentro de seus preciosos 16MB). Assim que os treinadores vencerem a Elite Four, a GSBall estará disponível, permitindo assim irem atrás do Pokémon viajante do tempo mais querido do universo. Obrigado Nintendo, por se lembrar do restante do mundo quase 18 anos depois.

Facebook
0
Google
 
Top