Colunas

Metaverso: o que é, como irá impactar sua vida e o Mundo do games

Nos últimos meses, muito tem se falado a respeito do Metaverso, desde que o Facebook mudou seu nome para Meta, entramos em uma nova corrida do ouro, para saber qual empresa conseguirá chegar primeiro no tão sonhado Metaverso. Mas afinal, o que significa Metaverso, e como ele irá impactar a sua vida?

O que é Metaverso?

No ano de 1992, Neal Stephenson, escritor norte-americano de ficção especulativa, escreveu o livro Snow Crash (ou Nevasca em português). No livro, personagens existem e interagem em um mundo totalmente virtual, por meio de avatares (personagens fictícios representativos). Todo esse incrível Mundo virtual imaginado por Stephenson recebeu o nome de Metaverso, e assim surgiu o primeiro uso dessa palavra.

Voltando para os dias de hoje, no dia 28 de Outubro de 2021, o Facebook, junto de seu criador Mark Zuckerberg, anunciou o que a empresa espera para o Metaverso, seu Mundo virtual onde as pessoas poderão viver, trabalhar, se relacionar e até mesmo morrer. Com isso, o Facebook muda de nome e passa a se chamar Meta.

Na realidade, de forma rápida e prática, Metaverso é um mundo onde você está 100% inserido na tecnologia, onde não é possível separar ou distinguir o que é tecnologia ou Mundo real. Mas o que temos visto quanto a ideias de Metaverso no geral, ainda é muito especulativo, ainda nos é apresentado tecnologias que já conhecemos e temos total contato, como a Tecnologia VR.

Building the metaverse, Jon Radoff – The Metaverse Value-Chain

Não, VR não é Metaverso

Para muitas pessoas, o VR (Realidade Virtual) sempre pareceu ser coisa de outro Mundo. No cinema ou em histórias de ficção, o VR é sempre usado para dar a ideia de algo muito futurista, temos grandes exemplos, como o famoso Tron e Sword Art Online. Mas o que sabemos é que o VR está longe de ser algo futurista e até mesmo inovador. Em 1961 engenheiros da Philco criaram o primeiro capecete VR parecido com o que conhecemos hoje, chamado de Headsight. Com isso, estamos falando de uma tecnologia que já passa de 60 anos e ainda não conseguiu se tornar acessível e usual para toda a população.

Oculus Quest 2

Por se tratar de uma tecnologia muito antiga, é bem dificil que o VR seja usado no Metaverso, porque além de ultrapassada ela é uma tecnologia muito cara e pouco acessível. Bons óculos VR, no Brasil, chegam a custar de R$ 2.000 a R$ 5.000, o que torna inviável para todas as pessoas fazerem uso da tecnologia. Para que o VR seja usado no Metaverso, ele precisa evoluir muito e se tornar bem mais barato.

AR, é Metaverso?

AR ou Realidade Aumenta, está muito mais próxima de estar no Metaverso do que VR. Por ser uma tecnologia muito mais acessível e que já foi testada mundialmente, é quase que certeza que teremos cada vez mais experiências com o uso de AR. Pokémon GO é o melhor exemplo do uso mundial dessa tecnologia, onde é possível ver Pokémon (monstrinhos digitais) totalmente inseridos em nosso Mundo real.

Acessibilidade é um fator chave para que qualquer tecnologia seja aceita pela sociedade. Smartphones, internet e até mesmo televisões, se tornaram fenômemos pela sua acessibilidade, permitindo que praticamente cada pessoa do planeta consiga ter um desses aparelhos, e quando falo em acessibilidade, me refiro a questão de valor, e de recursos realmente importantes para a sociedade.

Se não for para todos não irá funcionar

Steve Jobs, criador da Apple, e o famoso Billgates, criador da Microsoft, sempre tiveram como principal meta levar os seu produtos para todas as pessoas. No começo da Microsoft, Billgates tinha como principal objetivo fazer com que cada pessoa dos Estados Unidos tivesse um computador em sua casa. Isso é acessibilidade, é fazer com que todos possam usar uma tecnologia, se não, por mais revolucionaria que ela seja, ela irá morrer.

Dados de 2021 mostram que 61,8% da população global tem acesso a internet, isso quer dizer que para o Metaverso existir, esse número ainda tem que crescer muito. E não apenas crescer em número de pessoas conectadas, mas também crescer em questão de qualidade. Para vivermos em um Mundo totalmente conectado precisamos de uma conexão boa e acessível para todas as pessoas.

Palmas (TO) – Indígenas brasileiros fazem cursos de informática na “Oca Digital” durante os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas.( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Deve se tomar cuidado com o que se espera do Metaverso, pois se no futuro não tivermos tecnologias mais acessíveis, as desigualdades sociais tendem a aumentar cada vez mais. Pessoas que já vivem na pobreza irão ficar cada vez mais pobre e sem empregos. Em um Mundo onde cada vez mais os empregos e funções vem se digitalizando, precisamos inserir todas as pessoas no Mundo digital, para que consigamos evoluir como uma sociedade tecnologica cada vez menos desigual.

Então como será o Metaverso?

Pense no Metaverso como simplesmente a internet, só que muito mais conectada. O Metaverso não será um mundo digital ou em VR onde as pessoas podem viver nele, até porque isso já existe, e é bem antigo e ultrapssado. Metaverso se refere a um Mundo totalmente conectado, onde não vamos conseguir separar mais a internet de nossas vidas.

Já estamos caminhando para que isso aconteça, nosso saldo no banco, músicas, filmes, jogos, compras, relacionamentos, tudo depende cada vez mais do acesso a internet, e no Metaverso isso será obrigatório. Teremos situações onde vamos chegar em casa e com apenas um comando de voz todas as luzes serão acesas. Isso irá acontecer de forma natural, sem que o usuário pense que é uma Inteligência Artificial que está realizando aquele comando.

A conexão e dependência da internet vem se tornando algo cada vez mais natural em nossas vidas, futuramente, estar inserido no Metaverso vai ser algo tão normal e lógico quanto acender uma lampada em casa. Não conseguimos mais imaginar nossas vidas sem eletricidade, e futuramente não conseguiremos imaginar nossas vidas sem o Metaverso. Para o Metaverso se tornar realidade precisamos de boas conexãos com a internet, a qualquer hora e lugar. Estamos entrando na 4º revolução industrial com a chegada do 5G, vamos conseguir fazer muito mais coisas a qualquer hora e lugar. Mas é apenas com a chegada do 6G que o Metaverso pode se tornar realiade, e isso se dará no mínimo daqui a 10 anos.

Empresas como NVidia, Microsoft e Epic Games estão trabalhando arduamente para que o Metaverso se torne realiadade, pois como vimos, Metaverso não é apenas o uso da Realidade Virtual, ou avatares em jogos, Metaverso é o uso das tecnologias mais avançadas, de forma natural e diaria em nossas vidas. Se prepare para viver em um Mundo cada vez mais digital, com tecnologias incríveis, que irão mudar nossa forma de trabalhar, viver e se comunicar.

O Mundo dos games atualmente é o que mais se aproxima de Metaverso, pois nele temos comunidades gigantescas de pessoas que muita das vezes trabalham, se relacionam e se divertem dentro dos jogos. Empresas como a Epic Games, vem revolucionando o Mundo com Fortnite, onde a estrela da música Travis Scott fez um show ao vivo para mais de 27 milhões de pessoas. Isso nos mostra que o Metaverso já está chegando, e os games estão cada vez mais próximos de nos levarem a essa nova realidade tecnológica.

Show ao vivo do cantor Travis Scott dentro do game Fortnite

Videogames não são mais apenas jogos, games hoje em dia são a maior industria do entretenimento mundial, que conecta milhões de pessoas em todas as faces do planeta terra diariamente. Aliado ao mundo digital dos games, estão as moedas digitais como Bitcoin e os NFT (itens digitais exclusivos), mostrando que estamos avançando, e que o Mundo mudou, e continuará avançando em tecnlogia, criando novos mundos, ecnomias e formas de nos comunicarmos.

O Metaverso não será uma empresa, nem apenas uma tecnologia, o Metvarso será o que hoje chamamos de internet, só que muito mais rápida, melhor, e mais poderosa. E você, o que pensa sobre o Metaverso, quais suas expectativas? Deixe suas opiniões nos comentários.